Firefox vs Firefox ESR: Qual a diferença?

Quem já teve contato com distribuições Linux, talvez já tenha se deparado com o navegador Mozilla Firefox ESR. Uma das distribuições que vem com o Firefox ESR instalado por padrão é o Kali Linux, uma distribuição utilizada para a execução de pentest (Teste de intrusão).

Talvez muitos se perguntem: qual a diferença entre o Firefox e o Firefox ESR? Neste post vou explicar o significado deste termo (ESR).

LTS vs ESR

No mundo das diversas distribuições (ou sabores) Linux, é comum ver o termo “LTS”, como no Ubuntu 14.04 LTS, 16.04 LTS e o futuro Ubuntu 18.04 LTS. O termo “LTS” significa “Long Term Support”. Traduzindo, versões LTS tem suporte garantido por um período maior do que as versão sem o termo LTS.

Obs: Não entenda “Suporte”, como se alguém fosse até sua residência ou empresa para fazer suporte em seu desktop ou servidor Linux. Estamos falando de algo como: “Olá! Sou desenvolvedor e garanto que continuarei o desenvolvimento e atualização deste sistema por um longo período”. Isso garante que o sistema operacional não deixará de ser atualizado 1 mês após o lançamento.

A Mozilla Foundation decidiu aderir ao termo “ESR”, que significa “Extended Support Release”. Apesar do termo ser diferente, o significado é praticamente o mesmo, porém, utilizando outras palavras.

O uso da versão ESR é recomendado para empresas, escolas, organizações não governamentais e etc. Basicamente para quem preza por estabilidade.

Estabilidade vs atualizações de versão

Vou utilizar o Ubuntu como exemplo para falar sobre versões LTS. Quando o Ubuntu 14.04 LTS foi lançado, este tem “garantia de suporte prolongado”, mas isto não significa que outras versões não possam ser lançadas. Entre o Ubuntu 14.04 LTS e o 16.04 LTS temos também as seguintes versões “não LTS”: 14.10, 15.04 e 15.10.

Estas versões intermediárias podem não ter a melhor estabilidade possível. Isto não significa que a versão seja ruim, mas apenas que as versões LTS são recomendadas para usuários finais e colaboradores de empresas e as outras versões são mais recomendadas para usuários entusiastas e desenvolvedores. Se você gosta de colaborar com a comunidade Linux, fazendo testes, reportando bugs encontrados as versões não LTS são as recomendadas para você.

O mesmo acontece com o Mozilla Firefox. A versão ESR tem uma menor frequência de troca de versão base (Ex: 52 para 53), porém é mais estável. Assim como as distribuições Linux não LTS, o Firefox não ESR não deixa de ter boa estabilidade, mas pode não ter a mesma estabilidade da versão ESR.

O Firefox ESR atualmente está na versão 52 e irá se manter nesta versão até 6 março de 2018. Após esta data será lançada a versão 59 do Firefox ESR. A última versão do Firefox (não ESR) não possui mais o suporte ao Java (NPAPI), porém a versão 52 do Firefox ESR ainda tem o suporte à esta tecnologia. Se você utiliza o plugin do Java no Firefox ESR, este suporte está garantido até o início de março de 2018.

Leave a Reply